E vai chegar a hora em que finalmente vamos pensar o que fazer depois do mensalão


Um boato não é fundamentado em páginas em branco. Uma versão legal, mesmo recheada de problemas técnicos, é mais do que um boato, até porque no mundo real quem rouba não sai por aí dizendo que roubou.

Mas o mensalão é mais do que um boato e mais do que uma versão legal problemática.

O mensalão é, sobretudo, a traição ao cidadão que acreditou que finalmente o Brasil havia superado sua herança de capitalismo tardio, alimentado por senhores de escravos que perduraram no tempo mesmo sem escravos para chamar de seus.

Para os petistas convictos será um pouco mais dolorido. Terão, uma hora dessas, que se olhar no espelho e aceitar  o fato de que toparam participar de todo tipo de falsidade ideológica para tentar ajudar uma quadrilha que tomou o Planalto pela força das urnas.

Pela força das urnas lá chegaram. Pela força das urnas serão tirados de lá. A começar pelas prefeituras que serviram de ninho a todos os tipos de cobras novas, lagartos aprendizes e jacarés famintos. 

Mais detalhes:

http://feedproxy.google.com/~r/turmadochapeu/~3/FdtYCRK8_UY/?utm_source=feedburner&utm_medium=email