Até as tampas com cara de moço bom. O bonzinho é o maior amigo do medíocre e maior inimigo do ótimo.


Cara de moço bom nunca deu bom resultado, a não ser para o bolso de cantores bonitinhos, mas isso foi na época do Wanderley Cardoso, do Edi Carlos... Na política você não vota no que parece ser competente. Você vota em que é competente, e num quadro possível, pelo número de candidatos, você vota para até poder acompanhar e cobrar. Se você perdoa o PT e vai pela cara de moço bom, desculpe dizer, a culpa deixa de ser dos políticos e da política...