Sem grilos com os bichos


Eu adoro gatos e cachorros, mas assim: eles lá na casinha e no território deles, eu cá, na minha poltrona, com meu livro, meu vinho e minha solidão. Não jogo em cima deles os meus fantasmas e minha dificuldade de entender os seres humanos.