Democracia presuntiva. Lula, nem pense nisso.

Finalmente surge no mundo uma nova forma de governo. Trata-se da Democracia Presuntiva de Corpo Ausente da Venezuela.

Para quem não percebe a ironia e não conhece o termo: só pode haver presuntividade se houver um ser vivo. 


Sarney foi efetivo nunca tendo sido, por direito, presuntivo, por não ter havido posse daquele que, morto, instaurou a presuntividade.

No caso da Venezuela nem isso há. Coisa que o Lula não explica.

E o governo do PT, em nome do Brasil continua nos envergonhando, como escreveu o jornalista Sandro Vaia: 
"Como aconteceu antes em Honduras e no Paraguai, a diplomacia brasileira não hesitou em tomar a posição mais duvidosa possível, desde que o rigor técnico histórico do Itamaraty foi substituído pelo ativismo partidário do governo petista".

Enquanto isso, na República da Bagunça Bolivariana continua o velório assistido por aparelhos.

Sem ilusões:

1) Não se aplica ao golpe militar de 1964 o conceito de revolução democrática.

2)  Não se aplica ao PT o direito de roubar impondo a "cultura" do mensalão e de chamar isso de revolução democrática. É roubo.


Comentários