Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2013

O texto de 2009 que Lula mandou censurar

Publicado por Adriana Vandoni em 10/11/2009 às 13:31 hs.


Por Laurence Bittencourt Leite, jornalista

Já tivemos presidentes para todos os gostos, ditatorial, democrático, neo-liberal e até presidente bossa nova. Mas nunca tivemos um vendedor de ilusão como o atual. Também nunca tivemos uma propaganda à moda de Goebbels no Brasil como agora. O lema de Goebbels era “uma mentira repetida várias vezes, se tornará uma verdade”. O povo, no sentido coletivo, vive em um jardim de infância permanente. Vejamos alguns dados “vendidos” pelo ilusionista.

O governo atual diz que pagou a divida externa, mas hoje, ela está em 230 bilhões de dólares. Você sabia ou não quer saber? A pergunta é: pagou? Quitou? Saldou? Não. Mas uma mentira repetida várias vezes torna-se verdade. Pagamos sim, ao FMI, 5 bilhões de dólares, o que portanto mostra apenas quão distante estamos do que é pregado para o povo.

Nossa dívida interna saltou de 650 bilhões de reais em 2003, para 1 trilhão e 600 bilhões de reais hoje, e a…

O capitalismo selvagem do PT

Fernando Henrique Cardoso disse algumas coisas bem interessantes nesta entrevista. E de uma forma que já vem sendo a marca de outro sujeito, Joaquim Barbosa. Fica a sensação de que haverá um momento em que os eleitores farão a diferença. Mas é preciso esperar mais. 

Mas Fernando Henrique quase perdoa o governo Dilma porque atribui à questão ambiental um peso que não deveria ter, não por causa do hipotético aquecimento global, já fartamente desmentido por cientistas sérios, mas por ser um obstáculo forte.

Bolas! Fernando Henrique, obstáculo desse tipo não deve dificultar a ação de governar. Não mesmo. Mas FHC ainda tira um "chinfra", corretamente: "para não fazer nada, nem precisavam fazer mensalão", diz ele.

O sentimento mundancista ainda é pouco: 
http://revistaepoca.globo.com/tempo/noticia/2013/03/fernando-henrique-cardoso-ha-um-sentimento-mudancista.html


Minha Casa...Minha Ruína... E 67% de aprovação popular

Imagem

Dilma, 39 ministérios e 21 limousines, é o Brazil sem miséria

Imagem
Ficou claro, finalmente. O informe oficial desse governo petista diz: País rico é país sem miséria. Agora entendemos por que esfregaram e reesfregaram essa frase redundante em nossa cara. Nós rimos da frase boba, eles riram do nosso riso. A próxima frase boba, pelo menos, já sabemos: Um país rico é um país rico. Brazil, um país sem povo e (por isso) sem pobreza.

Em busca do tempo que ainda não está perdido

As memórias estão mudando de lugar. O que era interno está ficando externo. E muito mais externo ficará. Nem é bom nem é mau, assim como não há Deus nem haverá. É tudo citação de citações. Nas palestras e conclaves reina a falação, do nenê ao BBB. E a falação é o reinado do aparente, efêmero e inútil como sempre. Do que falo? Falo de um tempo e de uma pronunciação, mínima, de luna calante a falso talante.

Uma cartilha que usa a marca PNUD para esconder a década de 90 no Brasil

Imagem
É um desses livretos distribuídos aos brasileiros pelo governo federal. Saiu em janeiro de 2013 e não deve ter custado pouco. Seu título: Indicadores de Desenvolvimento Brasileiro. Números muito interessantes etc e tal, mas essa publicação tem um problema. 


Bancado pelo governo petista, o livreto de 60 páginas traça um paralelo entre 2001 e 2011. Tece enormíssimos elogios aos "planos de inclusão social" e usa genericamente expressões como "a aceleração do crescimento", ou seja, subliminarmente faz propaganda petista. 

Uma espécie de sutileza vem embutida no tal livreto: comparar uma economia recém-saída de tempos altamente inflacionários (como a encontrada por FHC) com a de hoje, sem considerar a realidade dos gastos públicos e evidentes desequilíbrios na condução da política econômica. É um livreto alienado, e alienante. A que serve? Pimba! Cartilha para torrar dinheiro. De quem?

Mas o pior de tudo é o uso da marca PNUD como reforço, como se a ONU desse total apoio a…

Vai ver é isso

Tathi Ctl Chega uma hora na vida em que, de tanto querer, a gente não quer mais. Não quer mais a vida feito vulcão em ebulição, não quer mais viver em busca; quer a paz do caminho sem tantos abismos, quer menos curvas e mais atalhos. Não quer mais o que faz perder o sono, o que desconforta o pensamento. Não quer mais aventura nem risco, só a emoção do que pega leve, do que abre o sorriso lentamente, do que não parte às pressas, nem deixa marcas profundas e sangrentas. Chega uma hora na vida em que ou fazemos a opção por nós mesmos ou morremos extenuados sempre à procura do que nunca encontraremos.

Não ligue o ar-condicionado do carro logo após entrar nele

Um carro estacionado na sombra durante um dia com as janelas fechadas pode conter de 400 mg a 800 mg de benzeno. Se está no sol a uma temperatura superior a 16º C, o nível de benzeno subirá para algo que varia de 2000 mg a 4000 mg, 40 vezes acima do nível aceitável.

A pessoa que entra no carro precisa deixar as janelas abertas por algum tempo pois mantendo fechadas aspirará excessivas quantidades desta toxina.

O benzeno é uma toxina que afeta os rins e o fígado. E o que é pior, é extremamente difícil para o organismo expulsar esta substância tóxica.

Ar-condicionado nos Automóveis

O manual do condutor indica que antes de ligar o ar-condicionado, deve-se, primeiro, abrir as janelas e deixá-las assim por uns dois minutos, mas não explicam por quê.

Explicação médica

O ar refrescante, antes de sair frio, libera todo o ar do plástico quente o qual libera benzeno.

É fundamental não ligar o ar condicionado imediatamente ao se entrar no carro. E mais do que isso: coloque o carro em movimento com os …

Cesta de alimentos cubana dura uma semana

Por Juremir Machado da Silva

publicado originalmente no Correio do Povo, Porto Alegre (RS)

Na crônica da semana passada, tentei, pela milésima vez, aderir ao
comunismo. Usei todos os chavões que conhecia para justificar o projeto
cubano. Não deu certo. Depois de 11 dias na ilha de Fidel Castro, entreguei
de novo os pontos.

O problema do socialismo é sempre o real. Está certo que as utopias são
virtuais, o não-lugar, mas tanto problema com a realidade inviabiliza
qualquer adesão. Volto chocado: Cuba é uma favela no paraíso caribenho.

Não fiquei trancado no mundo cinco estrelas do hotel Habana Libre. Fui para
a rua. Vi, ouvi e me estarreci. Em 42 anos, Fidel construiu o inferno ao
alcance de todos. Em Cuba, até os médicos são miseráveis. Ninguém pode
queixar-se de discriminação. É ainda pior. Os cubanos gostam de uma fórmula
cristalina: ‘Cuba tem 11 milhões de habitantes e 5 milhões de policiais’. Um
policial pode ganhar até quatro vezes mais do que um médico, cujo salário
anda em torno de 15 dólares …

Antes de ouvir a Dilma falar sobre safra agrícola

Safra brasileira de 185 milhões de toneladas, 11% maior do que a anterior, é ridícula. Com menor área e menos gente, Estados Unidos fazem o dobro.

USA têm hoje o índice de maior produtividade agrícola do planeta. Empregam 3% de sua população e são o maior produtor e exportador mundial.

Como os horóscopos enrolam a gente

Diz a lenda que a astrologia nasceu da necessidade dos astrônomos de ganhar dinheiro para fazer pesquisas mais sérias.

Fiz meu cadastro num já famoso portal de astrologia. Diariamente recebo as leituras para o período que começa no dia da mensagem.

Tudo é muito óbvio. Preste atenção nas formas condicionantes que, com um simples "pode", acabam cobrindo "todas" as situações e expectativas.

Entre os dias 06/03 (Hoje) e 30/03, o planeta Mercúrio estará alcançando o topo do seu mapa pessoal, Lucas. Este pode ser um momento particularmente interessante para você dar uma acelerada na sua vida profissional (quando não é?), fazendo os contatos convenientes, trocando informações ou mesmo fazendo um curso de aperfeiçoamento em sua área de interesse (mas isso já fazemos). A comunicação neste momento favorece o êxito, assim como os estudos e as associações corretas. Este trânsito pode indicar um forte talento para falar ao público (precisa?).

Se você é ainda muito jovem ou já se ap…

Respeito à verdade histórica e à honestidade intelectual

Por Alberto Goldman, vice-presidente do PSDB


"Cara Dilma,

Você declarou, na festa de 10 anos do PT: “nós não herdamos nada, presidente Lula, nós construímos”. Devo dizer que senti-me, pessoalmente, atingido por tanta insensibilidade e tanto desrespeito.

Sou daqueles que, como milhares de brasileiros, lutou pelas liberdades desde o golpe de 1964 até a redemocratização do país na década de 1980. Você também foi um deles, ainda que de maneira diferente da minha.

Eu, Fernando Henrique e muitos outros entendíamos que somente uma grande frente democrática, usando todos os espaços legais e semi legais possíveis, poderia derrotar o regime. Por isso nos filiamos ao MDB e fomos juntando forças até a vitória da Democracia. Você optou, como muitos, por um caminho equivocado: a luta através dos grupos que acreditavam que seria possível derrubar a ditadura pelas armas. Foi presa, torturada e depois seguiu o mesmo caminho que nós e, quando a democracia foi vitoriosa, se dedicou a organizar o PDT e …

Professor americano coloca socialismo em prática

Pegue a Petrobras e faça a mesma coisa. Resultado: falênciaRodrigo Campanini Rubio


Um professor de economia em uma universidade americana disse que nunca havia reprovado um só aluno, até que certa vez reprovou uma classe inteira.

Esta classe em particular havia insistido que o socialismo realmente funcionava: com um governo assistencialista intermediando a riqueza ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e justo.

O professor então disse, "Ok, vamos fazer um experimento socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas." Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam 'justas'. Todos receberão as mesmas notas, o que significa que em teoria ninguém será reprovado, assim como também ninguém receberá um "A".

Após calculada a média da primeira prova todos receberam "B". Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes c…

Lula errou. Esquece do efeito Malloci

Pedro Malan, o correto ministro de FHC, deixou os fundamentos macroeconômicos que Palloci seguiu, daí o Malloci como solução, o fenômeno Malloci, Malan com Palloci. E Lula diz que não herdou nada do PSDB.

Um dia esse senhor de laringe problemática vai descobrir que sua  imagem final para os brasileiros será apenas de um parlapatão. E como bom parlapatão que é, desconversa quando lhe apresentam a verdade, chame-se a verdade de Rose ou Celso Daniel.

No pasarán

A história da democracia moderna tem pouco mais de 200 anos. Começa ali na Revolução Francesa. Como escreveu Robert Darnton, nem é uma realidade universal. Há longo caminho pela frente. 

As disputas ideológicas que aguçam nacionalidades são transitórias. O problema é quanto essa disputa não consegue fazer uma nação sair do atoleiro do atraso. A esta altura a questão é: que país abertamente tem um partido socialista que chega ao povo e diz: vou estatizar tudo, vou controlar tudo, peço seu voto. 
E disso já vimos aqui, via PT e partidos alugados. Socialistas barrigudos à custa do dinheiro público. Vermes.

É o que temos em Cuba ou na Venezuela. O que temos é a ação de grupos saídos das armas e que, armados, se proclamam revolucionários em nome de todos e a todos pretendem, pela força, representar. São apenas um passo retardado em direção a algo democrático , isto é, se não calarem a oposição, como fez Chávez.
No pasarán! (Nossa! quantos sentidos contrários e contraditórios essa expressão - N…

Autoritários em conflito se anulam

Ontem li um texto de alguém que produziu laudatório texto contra um certo deputado, o qual também não me merece grande atenção, e acho a tese dele equivocada. Mas o texto que o combate é tão radical quanto ele é radical no pressuposto socialista que o inspira. Nesse caso, um anula o outro.

Mal dispensável ainda que necessário

Grande bem para o Brasil quando Lula e PT se livrarem um do outro. Pois o PT deixará de ser seita, Lula deixará de ser o mal necessário.

Pois o PT sem Lula pode ser mais do que o PT, deixando de ser  circunstancialmente sectário ou autoritariamente relevante.

Mas o mal necessário continuará sendo o que é pois de si mesmo anda contente, achando que o circunstancial deve ser anseio geral. Pobre país.

Esse moço de apelido moluscado ainda venderá muita ilusão.

Correm histórias várias que mostram sua face oculta em tenebrosas transações.

Alguém conta a história do livo de ouro de um certo sindicato com nomenclatura beneditina?

Lembrarão do plano de manipular o Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT) lá pelos idos de 1994 em favor do PT?

Há muito a observar pelo caminho.

Sócrates, o filósofo, desafiou nossa modernidade eletrônica. Sem saber?

A respeito do encontro de dois mitos, da palavra escrita e da mente humana diante do conhecimento (e sua pobreza e riqueza nas redes sociais):
"Se os homens aprenderem isso, o esquecimento será instalado em suas almas...Eles cessarão de exercer a memória e serão seres esquecidos, confiarão apenas no que está escrito e trarão as coisas à lembrança não mais de dentro de si e de seu conhecimento, mas com o auxílio de sinais exteriores... O que inventaste não é um remédio para a memória, mas apenas para o lembrete. E não é verdadeira sabedoria o que ofereces a eles, mas apenas mera aparência dela, pois, aos lhes transmitir coisas sem ensinar nada, você fará com que se considerem homens de grande saber, embora sejam em sua maioria ignorantes em relação a tudo. E, como homens repletos não de sabedoria, mas da pretensão da sabedoria, tornar-se-ão um fardo para os demais".

O texto acima tem mais de 2 400 anos (de vida). É o relato do Fedro, de Platão. Narra um diálogo entre dois home…