Artista na parada gay precisa ser gay?

Elas podem ser guéias, tudo bem. Se saem assim na rua...
O governo petista da Bahia vai pagar 120 mil reais à Daniela Mercury para que ela se apresente na parada gay de São Paulo... Será surpresa se na campanha política de 2014 a cantora desfilar como porta-bandeira do voto gay? E isso não será uso de recurso público em campanha política antecipada? Por que ela e não outros tantos artistas? Precisa ser gay? Isso não é uma descriminação ao artista que não é gay?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Levantar a ponta do véu da saúde mostra que a noiva está sem calcinha

O complexo de Édipo na política brasileira

O que o PSDB precisa fazer para ser PSDB?