A alta tecnologia que não é progresso


Estudiosos dizem que alta tecnologia está matando empregos. E a situação pode piorar





Por
David Rotman


"Dada a sua calma e seu bem-fundamentado jeito acadêmico, é fácil deixar de perceber o quão provocante é a afirmação de Erik Brynjolfsson. Professor da Sloan School of Management do MIT, tendo como colaborador e co-autor Andrew McAfee, Brynjolfsson têm argumentando, nos últimos dois anos, que os avanços impressionantes trazidos pelo computador -- dos ganhos tecnológicos da robótica industrial aos serviços de tradução automática --  são os grandes responsáveis pelo lento crescimento do emprego nos últimos 10 a 15 anos. Pior do que isso, eles antevêem perspectivas sombrias para vários postos de trabalhos à medida que novas e poderosas tecnologias estão sendo adotadas em áreas as mais diversas, dos serviços da Igreja ao varejo, do mundo do Direito à Medicina".

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Levantar a ponta do véu da saúde mostra que a noiva está sem calcinha

O complexo de Édipo na política brasileira

O que o PSDB precisa fazer para ser PSDB?