Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2013

O preço que pagamos

Imagem
A reportagem diz: "tudo o que as pessoas partilham na internet será usado comercialmente e, cedo ou tarde, se voltará contra elas. Este é o preço que as pessoas aceitam, tacitamente, a pagar por usar os serviços gratuitos na internet"



It has been said many times, but the fact remains that anything users share over the internet will inevitably be bought and sold and, sooner or later, used against them in some way. That is the price people tacitly accept for the convenience of using popular web services free of charge
http://econ.st/1dPsemX

Mistura perigosa: pesquisa fajuta e urna eletrônica sem auditoria

Imagem
PROS nasce para apoiar a tentativa de reeleição da subgerente Dilma em 2014

Há uma estratégia no ar. Assim como os PCs da vida nunca assumiram o que pregam (o comunismo) os novos partidos inventam nomes de moda (Rede, PROS, Solidariedade). Nenhum assume nomes como Suruba, Micompra, Teenrolo.

Fala sério, PT

Imagem

Jazz é para todos. Se há poucos, que azar de muitos!!!

Pai, o que são Embargos Infringentes?

- É o seguinte: imagine que nossa casa seja um Tribunal e que quando alguém erra, é julgado e todos podem votar! Um dia, por exemplo, o papai comete um deslize: é pego traindo sua mãe com 3 prostitutas. Eu irei a julgamento. Sua mãe, a mãe dela, o pai dela, sua irmã mais velha, você e seu irmão mais velho, votam pela minha condenação. Meu pai, minha mãe, o Totó e a Mimi, nossa gatinha, votam pela minha absolvição.

- Tá pai, mas aí você é condenado, não?

- Sim, fui. Aí é que entram os tais dos "Embargos Infringentes", meu filho. Como eu ganhei quatro votos a favor da minha absolvição, tenho direito a um novo julgamento.

- Mas pai, no novo julgamento todos vão votar do mesmo jeito.

- Não, se eu tiver trocado a sua mãe, o pai dela e a mãe dela pelas três prostitutas...

Mas esta piada só fica completa depois que Josias Nascimento noticiou o trecho do livro de Saulo Ramos. Agora, sim, entendemos que são três prostitutas e um juiz de merda.


Saia a ver os comediantes, os músicos, os mágicos que chegam e passam

A música que homenageia tantos e tantos cantores, atores, palhaços, pintores, dubladores, que nas calçadas do mundo em sua solidão e anonimato animam as noites até "sumirem na madrugada deixando uma pequena serenata no coração de toda a gente".Mesmo que você não saiba cantar, repita o refrão:

Viens voir les comédiens
Voir les musiciens
Voir les magiciens
Qui arrivent

Les comédiens ont installé leurs tréteaux
Ils ont dressé leur estrade
Et tendu des calicots
Les comédiens ont parcouru les faubourgs
Ils ont donné la parade
A grand renfort de tambour
Devant l´église une roulotte peinte en vert
Avec les chaises d´un théâtre à ciel ouvert
Et derrière eux comme un cortège en folie
Ils drainent tout le pays, les comédiens

Viens voir les comédiens
Voir les musiciens
Voir les magiciens
Qui arrivent

Viens voir les comédiens
Voir les musiciens
Voir les magiciens
Qui arrivent

Si vous voulez voir confondus les coquins
Dans une histoire un peu triste
Où tout s´arrange à la fin
Si vous aimez voir trembler les amour…

Está criado o grevista que em dia de greve vai ao shopping center

Logo pela manhã a presença dos sindicalistas, em piquete, na porta da sede do Bradesco, na Cidade de Deus, provocou uma dispersão dos funcionários em direção aos cafés da cidade de Osasco. Depois, com a abertura dos shopping centers às 10 horas, as pequenas aglomerações logo mudaram de direção. E assim os shoppings estão tendo um dia de casa cheia. Quem pergunta do que se trata fica sabendo que são funcionários de banco em greve. Fica criado assim o novo grevista nos tempos de sindicalistas neopelegos, ou velhos pelegos com roupa nova: o grevista que ao fazer greve passa o dia no shopping center com medo dos sindicalistas.

Comemoremos o luto institucional de um tribunal

O voto culto, ingênuo e esperado: ficou clara, enfim, a estratégia da banca milionária que defende Lula, o primeiro maior beneficiado, e o PT, o segundo maior interessado, porque é o conglomerado de legendas alugadas a partir do qual o primeiro operou.

Celso de Mello deu um voto brilhante e se percebeu que seu voto era exatamente o pedaço perfeito que os mensaleiros esperavam fez de conta que não viu. 

Pelo menos três juízes, respeitada a noção defendida por Mello ontem, deveriam ter-se declarado impedidos de votar. Mas nisso Celso de Mello não pensou. 

Assim, o quarto voto, manobrado naquela fase do julgamento, nos trouxe a isto que vivemos hoje. Brilhante, Celso de Mello, brilhante. E nem vamos falar, agora, de Barroso e seu contrato sem licitação com a União, com a caneta da subgerente Dilma, que lhe fez chegar aos bolsos 2 milhões de reais.

O conjunto de chicanas dos mensaleiros funcionou lindamente, lindamente. Mas isso não conta, né. Parabéns, Celso de Mello. 

Comemoremos o luto inst…

O mensalão, segundo Celso de Mello

Celso de Mello não mudou de ideia, a exposta no video acima. Ele apenas seguiu os códigos e nisso está coberto de razão. 

Mas é lícito a todo um povo esperar que ele considerasse que a mesma quadrilha que ele condenou também atuou no sentido de fazer com que, com a passagem do tempo, e do julgamento, se alterasse a composição dos votos, de modo a, claramente, absolver os mensaleiros.

Agora, resta esperar o novo julgamento e suas consequências. 

É hora de relembrar tudo sobre o mensalão.

Será que um embargo infringente vale uma extração de inexigibilidade?

Imagem

Brasil vai mandar avião para todos os países para trazer "médicos"?

De fato, somos um país que tem tempo a perder. Milhares de horas para discutir se quadrilha é quadrilha e se quadrilha rouba..

Próximo congresso eleito terá de mudar forma de indicação ou nomeação de ministros no Brasil. O estilo empregados do PT no STF já sabemos como é.

Tão de "brinquetion" com a gente

Imagem
Cidades mais pobres do Estado de São Paulo estão fora do Mais Médicos

São aquelas cidades com o Índice de Desenvolvimento Humano mais baixo, gerado pela baixíssima capacidade de o município produzir mais receita ao lado de uma frágil base econômica.

A democracia de boca do PT, que disse que Mais Médicos era de todos para todos, morre numa simples notícia de jornal. Simples assim....

E os médicos de outros países? Aceitaram que o governo deles passe a mão no dinheiro? Foram preparados com um ano de antecedência para falar o básico de português, entender metade do SUS e aceitar um capataz que controle aonde vão e onde ficam:


E ainda temos de engolir a cubanização da realidade brasileira. 

Vote PT, ficará cada vez pior, mas você liga?

*

Lula aconselha perfil não petista na eleição. Depois ele fará campanha dizendo que o PT precisa recuperar seus valores.

*

Ainda não li uma única defesa do mensalão, e dos mensaleiros, que esgote o assunto e não produza aquele jeito de enrolação autojustifica…

Roberto Marinho deve estar dando voltas e mais voltas em seu féretro

Por Paulo Martins

Cinquenta anos depois, esculpir uma mentira contra a memória de seu próprio ícone. Despe-se melancolicamente a Rede Globo de todo e qualquer resquício de dignidade que supostamente ainda inspirasse seu sistema de jornalismo. Roberto Marinho deve estar dando voltas e mais voltas em seu féretro. A multa bilionária contra a Globo, denunciada pela Rede Record, deve ter sido o fermento que fez crescer a até então inimaginável cortante e diabólica “vira casaca”. Deslealdade para com um cadáver. Escárnio!

***

Foi justamente em defesa da democracia, agora negada pela Globo, que foi feita a revolução de 1964. Eu estava lá. É “mentira dos mentirosos” de hoje, que se desclassificam ética e moralmente, repetirem a insanidade de ideólogos imbecis e corrosivos que tentam pregar que “houve um golpe”. Golpe foi o que o governo do PT aplicou no Brasil doze anos atrás, transformando esse país, perplexamente, no maior caldeirão de corrupção, indignidade e imoralidade do mundo. Que fiqu…

Dia da Pátria -- Dom Pedro ficou no Brasil não para a felicidade do povo, mas para aquela de barões e coronéis --

Por Salvatore D'Onofrio

No dia 7 de setembro se comemora o dia da pátria, pois, neste dia, em 1822, foi proclamada a Independência do Brasil, deixando de ser uma colônia de Portugal. Tal proclamação foi conseqüência de uma longa e sangrenta luta contra a prepotência do imperialismo português, cujo ato mais violento foi a execução de Tiradentes, o mártir da Inconfidência Mineira, em 21 de abril de 1792. Três décadas depois, em 9 de janeiro de 1822, o famoso “dia do fico”, o próprio Dom Pedro, então Regente, se revolta contra a Coroa lusitana, recusando-se a retornar a Portugal, sendo proclamado Imperador do Brasil, em 12 de outubro do mesmo ano.

(OBS: tomo a liberdade de acrescentar um link (http://lucasechimenco.blogspot.com/2011/12/farsa-da-inconfidencia-mineira.html) que desmente a "farsa da inconfidência mineira". Assinado: Lucas Echimenco)

Mas sua famosa frase: "Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico", não se confirmou a…

Médico cubano mostra que Mais Médicos teve esquema voltado para Cuba

Globalização é processo mais antigo do que diz o PT

"
Atualmente, algumas pessoas fazem uma associação mecânica entre globalização e imperialismo. Mas é um erro imaginar que a globalização é apenas um novo nome para o conceito de imperialismo ou que é apenas uma nova ideologia que não tem sustentação na concretude da estrutura produtiva mundial. Um erro básico é falar do imperialismo sem definir qual imperialismo se está referindo. Também é preciso definir o conceito de globalização. Na verdade a globalização é um processo muito antigo que antecede o surgimento do capitalismo. Quando se fala da globalização (com todo o seu conteúdo neoliberal), se está falando de uma nova etapa do capitalismo, que vem tomando forma depois do fim da Guerra Fria e do aprofundamento da Terceira Revolução Industrial, ou Revolução Científica Tecnológica. A questão conceitual colocada é estabelecer os parâmetros para a interpretação desta nova etapa do capitalismo, uma etapa pós-imperialista e pós-moderna. "
http://www.ie.ufrj.br/aparte/pdfs/imperiali…

Controle biométrico não serve para nada na urna eletrônica brasileira

Preste atenção nas perguntas do apresentador. Parecem mais interessadas em pressionar os entrevistados.


William White pergunta: Are Central Bankers Trying To Do Too Much? (Não estarão os bancos centrais tentando fazer coisas demais?)