Está criado o grevista que em dia de greve vai ao shopping center


Logo pela manhã a presença dos sindicalistas, em piquete, na porta da sede do Bradesco, na Cidade de Deus, provocou uma dispersão dos funcionários em direção aos cafés da cidade de Osasco. Depois, com a abertura dos shopping centers às 10 horas, as pequenas aglomerações logo mudaram de direção. E assim os shoppings estão tendo um dia de casa cheia. Quem pergunta do que se trata fica sabendo que são funcionários de banco em greve. Fica criado assim o novo grevista nos tempos de sindicalistas neopelegos, ou velhos pelegos com roupa nova: o grevista que ao fazer greve passa o dia no shopping center com medo dos sindicalistas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Levantar a ponta do véu da saúde mostra que a noiva está sem calcinha

O complexo de Édipo na política brasileira

O que o PSDB precisa fazer para ser PSDB?