A quadrilha venceu. Mas qual delas?


O comentário que alerta para o nosso futuro, sendo pior do que o passado...

"Agora entendemos por que, em 1971, Adauto Lúcio Cardoso, então ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), depois de julgada constitucional pela Corte a lei de censura prévia para livros e periódicos editada pelo general Emílio Médici, manifestou indignação pela decisão de seus pares arremessando a toga sobre uma cadeira vazia e, olhando acintosamente para os demais ministros, abandonou o recinto do STF para, em seguida, pedir aposentadoria. Agora entendo também por que o ex-ministro Evandro Lins e Silva, naquela oportunidade, afirmou que a atitude de Adauto foi única e jamais se repetiria no STF. Os ministros Lewandowski, Toffoli, Zavascki, Barroso, Cármen Lúcia e Rosa Weber provaram que o STF de hoje continua como dantes. Tenho certeza, como milhões de brasileiros, que os ministros Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Celso de Mello, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello estão sofrendo a maior decepção de sua vida. A quadrilha venceu. Só faltou alguém com a coragem de Adauto Lúcio Cardoso.

LEÔNIDAS MARQUES (leo_vr@terra.com.br) - Volta Redonda (RJ)"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Levantar a ponta do véu da saúde mostra que a noiva está sem calcinha

O complexo de Édipo na política brasileira

O que o PSDB precisa fazer para ser PSDB?