Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2014

Social é o cacete!

Por Augusto de Franco

Sobre o controle partidário-estatal da mídia

Para a fórmula de conquista de hegemonia funcionar tem que haver,necessariamente, controle partidário-estatal da mídia, eufemisticamente chamado de "controle social". Ora, social é o cacete! Se eu monto um conselho ou comitê paritário controlador ou agência estatal reguladora aparelhados por militantes, que vão transformar aquelas instâncias em correias de transmissão do partido, isso é social aonde? O que esses caras entendem por social?

Sabemos responder: eles entendem que é o campo de conquista da hegemonia, onde vão atuar para pescar em aquário, para travar a guerra política e ideológica a favor da sua causa. É isso o que fazem em qualquer lugar: lutar por maioria. É só isso que sabem fazer...

Eles não querem que as pessoas saibam o que estão fazendo: é simples assim! Se não fosse pelo que chamam de "mídia golpista" não estaríamos sabendo de centenas de crimes que cometeram contra a democracia. Nã…

Vargas renúncia na calada e fica tudo por isso mesmo?

O deputado federal André Vargas (PR) anunciou hoje a decisão de sumir das vistas do grande público desfiliando-se do Partido dos Trabalhadores. Ela já havia renunciado à vice-presidência da Câmara dos Deputados e relutava em renunciar ao mandato, apesar da pressão da própria direção do PT.

E, agora, Lula vai convencer todo mundo que ele nunca existiu?

What happened to Brazil?

O que aconteceu com o Brasil? é a pergunta que dá título ao comentário da CNN. Que termina dizendo: Dilma até pode se reeleger, mas e o Brasil, se safa dessa?

For more What in the World watch Sunday on CNN (What happened to Brazil?)By Global Public Square staff 

O vídeo está aqui

The $32 million cable car in the video has not been used since 2012. There is a federally funded extraterrestrial museum, also abandoned. And there is a multi-billion dollar railroad. It was supposed to help farmers from impoverished remote areas transport soybeans. Construction began there eight years ago. Residents have been displaced, land wrecked, but the railroad will probably never be built.
What if we told you that these shuttered, big-ticket infrastructure projects are in the country that will host the world's biggest sporting event in June? What in the world, right?
We’re talking about Brazil, of course, host of this year's FIFA World Cup and the only major economic power in South Amer…

O que foi o 31 de março de 1964

Este texto tem circulado na internet como sendo da autoria do jornalista da TV Globo Alexandre Garcia.

O texto, na verdade é de Alexandre Paz Garcia (
Conheça-o aqui) Analista Judiciário do TRT da 4ª Região (Rio Grande do Sul)


"Gostaria de dizer algumas coisas sobre o que aconteceu no dia 31/03/1964 e nos anos que se seguiram. Porque concluo, diante do que ouço de pessoas em quem confio intelectualmente, que há algo muito errado na forma como a história é contada. Nada tão absurdo, considerando as balelas que ouvimos sobre o "descobrimento" do Brasil ou a forma como as pessoas fazem vistas grossas para as mortes e as torturas perpetradas pela Igreja Católica durante séculos. Mas, ainda assim, simplesmente não entendo como é possível que esse assunto seja tão parcial e levianamente abordado pelos que viveram aqueles tempos e, o que é pior, pelos que não viveram.

Nenhuma pessoa dotada de mediano senso crítico vai negar que houve excessos por parte do Governo Militar. Nesta s…

‘Nós’ e ‘eles’, a perversa divisão

As ilusões de quem vê a modernidade eletrônica como trincheira

Por Paulo Saab, jornalista e escritor

Texto publicado originalmente no jornal Diário do Comércio
23 /04/2014

O PT realizou semana passada, durante os feriados, na zona rural de São José dos Campos, um evento de grandes dimensões, com militantes do partido, reunidos na forma da “campus party”, seu “Camping Digital” – segundo se noticiou, para o partido “orientar seus seguidores sobre como se portar na web nas eleições” deste ano.

Duas constatações imediatas: uma, a de que o partido precisa ditar o comportamento de seus “seguidores” – instalados em barracas de camping com a estrela vermelha da agremiação – e segunda, que mostra a vontade de controlar também o que vier a ser divulgado na internet durante o processo eleitoral.

Claro que tudo seria mais fácil se não houvesse eleição; se fosse um partido único e eterno no poder, e toda a sociedade, doutrinada, uníssona, reverberasse, por crença infundida, que obedecer ao comando do…

Um caldo de batatas

Por Sandro Vaia


A Humanidade se esforça para produzir toneladas de conhecimento, de Plutarco, Plato, Sócrates, Aristóteles, Tucidíades, Sófocles, constrói universidades, bibliotecas como a de Alexandria ou a do Congresso dos EUA, tenta desvendar os segredos da natureza humana, da Criação, funda religiões, constrói Acrópoles, monumentos de sabedoria, aí vem o Marck Zuckerberg e inventa o Facebook para facilitar a comunicação em rede entre os seres humanos, para aprofundar a democracia, e vem um pateta militante qualquer e escreve "o senador de extrema-direita Álvaro Dias disse que....". 
Todos esses milênios percorridos para produzir esse caldo de batata ? Valha-nos Deus!

Para quem não entendeu: chamar o senador Álvaro Dias de extrema-direita é confundir Papagaio com Urubu.

O país vai sofrer

Infelizmente, esta é uma sensação que vai aumentando dia após dia, a de que será preciso colocar a casa em ordem.


Por Alberto Goldman
Texto original publicado aqui

O país já está sofrendo as dores do estertor da era petista. Inflação, descontrole fiscal, baixos investimentos, reduzida criação de empregos, escândalos que se avolumam e descrédito geral são os sintomas desse final de ciclo em que o PT, com Lula e Dilma, presidiram o país. O episódio da compra da refinaria de Pasadena pela Petrobrás – agravado pelo conhecimento que agora se tem da construção das refinarias em Pernambuco e no Rio de Janeiro - é a pá de cal, não só pelo fato em si, mas pela retirada do véu que sempre protegeu a empresa de quaisquer olhares mais atentos e críticos. A Petrobrás é símbolo e orgulho da inteligência e capacidade de trabalho do nosso povo e a exposição de suas entranhas, que todos supúnhamos saudáveis, mostra a que ponto chegou o assalto a que foi submetido o Estado brasileiro nos últimos quase 1…

A farsa da inconfidência mineira

por Guilhobel Aurélio Camargo


Publicado originalmente em abril de 2011.

Ele estava muito bem vivo, um ano depois, em Paris. O feriado de 21 de abril é fruto de uma história fabricada que criou Tiradentes como bode expiatório, que levaria a culpa pelo movimento da Inconfidência Mineira. Quem morreu no lugar dele foi um ladrão chamado Isidro Gouveia.
A mentira que criou o feriado de 21 de abril é: Tiradentes foi sentenciado à morte e foi enforcado no dia 21 de abril de 1792, no Rio de Janeiro, no local chamado Campo da Lampadosa, que hoje é conhecido como a Praça Tiradentes. Com a Proclamação da República, precisava ser criada uma nova identidade nacional. Pensou-se em eternizar Marechal Deodoro, mas o escolhido foi Tiradentes. Ele era de Minas Gerais, estado que tinha na época a maior força republicana e era um polo comercial muito forte. Jogaram ao povo uma imagem de Tiradentes parecida com a de Cristo e era o que bastava: um “Cristo da Multidão”. Transformaram-no em herói nacional cuja …

Construindo uma cidadania

Por Salvatore D'Onofrio


“Apenas a derrubada de ídolos e líderes possibilita o surgimento de uma democracia de verdade”



O título deste pequeno artigo, “Construindo uma cidadania”, é o mesmo do último capítulo do meu livro “Pensar é Preciso”, disponibilizado para leitura gratuita na Wikipédia. Na Apresentação desta obra, publicada pela Editorama de São Paulo em 2009, o psiquiatra Wilson Daher, colega da Academia Riopretense, releva que “Pensar é Preciso” estimula o leitor “a pensar por si mesmo na busca de soluções para seus problemas existenciais”. Realmente, ao redigir este trabalho intelectual, fui guiado pelo desejo de contribuir para a construção de uma sociedade mais justa, fundamentada sobre o mérito dos cidadãos e não na caridade pública. Precisamos nos convencer de que é uma falácia esperar o melhoramento social de líderes políticos ou profetas religiosos.

Surfando pela história das várias civilizações (egípcia, greco-romana, budista, judaica, cristã, muçulmana), …

Acusaram FHC. Mas quem transformou a Petrobras em Pasadena?

Acusaram FHC de querer trocar o nome da Petrobras para Petrobrax. Fizeram pior, trocaram Petrobras por Pasadena. Hoje a Petrobras está listada por auditorias internacionais na posição de número 120 no ranking mundial. Quando FHC deixou o governo era a 15ª do mundo. Inflada artificialmente, na gestão Lula, a Petrobras chegou a ser listada em 6º lugar pela Forbes, em 2011. Acionionistas foram chamados a aumentar o capital investido mediante a promessa de que no futuro ficariam milionários. Era o poder de convencimento de Lula plantando suas primeiras grandes bobagens na administração pública brasileira. Um estudo revelou que entre 2002 e 2011, a Petrobras aumentou em 171% o grau de contratação de terceirizados, diminuindo o número de concursados. Era o início da milagrice lulista dilmense que fez Pasadena virar nome de um trauma social.

E para colocar a cereja no bolo, veja a resposta que a Petrobras deu quando questionada sobre seus planos de ação, antes de surgir a história de Pasadena…

A imagem com algumas palavras e mil sentidos visíveis

A Verdade Sufocada...

Por Francisco Batista Torres de Melo
General de Divisão reformado

Resposta a um artigo publicado pela jornalista Miriam Leitão com o título "Enquanto isso".

"Li o seu artigo"ENQUANTO ISSO", com todo cuidado possível. Senti, em suas linhas, que a senhora procura mostrar que os MILITARES BRASILEIROS de HOJE, são bem diferentes dos MILITARES BRASILEIROS de ONTEM.

Penso que esse é o ponto central de sua tese. Para criar credibilidade nas suas afirmativas, a senhora escreveu: "houve um tempo em que a interpretação dos militares brasileiros sobre LEI E ORDEM era rasgar as leis e ferir a ordem. Hoje em dia, eles demonstram com convicção terem aprendido o que não podem fazer".

Permita-me discordar dessa afirmativa, de vez que vejo nela uma injustiça, pois fiz parte dos MILITARES DE ONTEM e nunca vi os meus camaradas militares rasgarem leis e ferirem a ordem. Nem ontem nem hoje. Vou demonstrar a minha tese.

No Império, as LEIS E A ORDEM foram rasgadas no …

Sangramentos diários...

Estamos testemunhando o sangramento de mais um. Vargas, que não é nenhum santo, apadrinhado bandilhamente e com seus lucros já dolarizados. Assim é Lula. Como tanta gente se deixa sangrar por ele?

Mas no governo do PT é assim: Vargas saindo para tomar suco. Dilma saindo de férias para Europa. E na papuda alguns enchem o bolso, rindo da nossa cara.

Faturamos o quê, uns 5 milhões???

Pasadena, Petrobras e um milionário que financiou Lula

Osny Silveira


Este senhor aí da foto é Albert Frère, um megaempresário belga. O homem mais rico daquele país. Ele era o dono da refinaria Pasadena, por meio da Astra Transcor Energy, que foi comprada por U$ 42,5 milhões como sucata e vendida por U$ 1,12 bilhão para a Petrobras. 

Ele comprou esta refinaria em 2005 e vendeu 50% para a Petrobras em 2006, já por mais de U$ 1 bilhão.
Este senhor possui 8% das ações da GDF Suez Global LNG, ocupando a cadeira de vice-presidente mundial nesta mega organização, maior produtora privada de energia do planeta. 
A GDF Suez possui negócios com a Petrobras no Recôncavo Baiano, mas seu principal negócio no Brasil é a Tractebel Energia, dona de um faturamento de quase R$ 6 bilhões anuais. É dona de Estreito, Jirau, Machadinho, Itá e dezenas de hidrelétricas, termelétricas e eólicas. A Tractebel, que é da GDF Suez, que tem como um dos principais acionistas o senhor Albert Frère, que é um dos donos da Astra Transcor Energy, que passou a perna no Brasil em …

TRÊS OBSERVAÇÕES SOBRE A PESQUISA FURADA DO IPEA

Augusto de Franco


Para entender o contexto é bom ler a thread do post: https://www.facebook.com/augustodefranco/posts/746718945360306?stream_ref=10

Observações:
1) É preciso separar os assuntos. A pesquisa mal-feita e o machismo que de fato existe (e que, ademais, é um atributo da sociedade patriarcal antes de sê-lo da sociedade brasileira).

2) Nem todas as sociedades são violentas (as sociedades da chamada civilização patriarcal são violentas, mas o Homo Sapiens está caminhando há cerca de 250 mil anos sobre a terra e apenas nos últimos 6 mil anos encontramos a violência como organizadora do cosmos social, do modo-de-vida que se reproduz ou do fluxo interativo da convivência social - o que é uma evidência de que não somos inerentemente violentos, ou violentos por natureza, seja lá o que isso for).

3) Foi uma jogada de marketing (tanto a pressa e a inconsistência em realizar a pesquisa, quanto a lentidão em assumir o erro), mas não se sabe se com interesses diversionistas (para desviar…

Folha de São Paulo precisa começar a ler o Estadão

A critica aos jornais é uma forma de melhorá-los (ou de como a Folha de S.Paulo merece críticas hoje)

A Folha de São Paulo noticiou hoje com destaque a saída de Aécio Neves e de Eduardo Campos do governo dos respectivos estados. Por que razão a Folha não dá o mesmo enfoque à comitiva que Lula comanda na campanha antecipada ao governo do Estado onde quer colocar Padilha?

Caramba: qual a razão da saída do poder estadual de Aécio e Campos? Disputar a eleição. Querem que eles cantem ou declamem verso de Camões no ato mais político que existe, e regulamentado em lei? Lula não obedece a lei e passa fácil pelas lentes da Folha de São Paulo? Parece que a Folha tem uma posição. Nada demais, é da democracia. Mas chamar eleitor de burro é burrice.

Parece alucinação mas não é. É o Brasil governado pelo PT

Por Everardo Maciel,consultor tributário, ex-secretário da Receita Federal (1995-2002)


Constitui singular paradoxo a crescente destruição do Estado brasileiro nos governos de partidos de tendências, ao menos no discurso, estatizantes.

A mídia oferece, dia após dia, abundantes exemplos de má gestão, incúria contumaz, desqualificação técnica nas decisões. É notório o fracasso das políticas públicas de segurança pública, educação, saúde, mobilidade urbana etc.

A razia realizada na Petrobras e Eletrobras produziu uma catástrofe, com expressiva perda de valor de mercado, endividamento elevado e recorrentes prejuízos. O dano é de tal magnitude que se anunciado, em passado recente, seria tido como alucinação.

No Banco do Brasil e na Caixa Econômica há uma contínua e crescente perda de qualidade nos serviços prestados, sem falar na temerária política de crédito do BNDES.

Esse estranho desapreço pelo Estado explica, também, as práticas de fisiologismo e de aparelhamento, sua variedade radical. Os…

A origem do Universo

Por Salvatore D'Onofrio

A revista Veja de 19/03, na secção Ciência, com o título “Mais Big do que Bang”, nos informa sobre uma recente descoberta científica acerca da origem do Universo: o que pensávamos ter acontecido há mais de 13 bilhões de anos a.A (antes do Agora) não foi uma “explosão”, mas uma “expansão” de matéria e energia, a partir de um minúsculo núcleo primordial. A distinção entre explosão e expansão faz toda a diferença, pois nos ajuda a entender como o Universo se formou e funciona. Pesquisadores do Centro de Astrofísica de Harvard conseguiram provas de que o que deu origem às atuais formas microcósmicas e macrocósmicas (poeira de estrelas, bactérias da terra, planetas, constelações) não foi um processo explosivo e instantâneo, sem ordem alguma, mas radiações de ondas que se espalharam e continuam aumentando o universo, mantendo relações entre si, em obediência à lei da gravidade.

A existência de ondas gravitacionais já vinha sendo preconizada pelo cienti…

375 milhões de dólares por mês. Quem abre mão disso?

Esta ferramenta que tem nome de empresa, o Facebook, tem mais de 375 milhões de usuários. Aliás, muito mais. E se o Facebook cobrasse 1 dólar por mês de cada usuário? Eu pagaria. Quem não pagaria? Muito bem, isso quer dizer 375 milhões de dólares por mês. O Facebook abre mão dessa bolada. Por que? Porque não precisa. Por quê não precisa?

Uma copa e nenhuma solução

Por  Cida Rossetti Miranda Aeroporto da Pampulha-BH, hoje.
A copa das copas da rainha de copas, promete.

Sete medidas para o Brasil melhorar

Por Salvatore D'Onofrio

Várias vezes estive na Nova Zelândia, o conjunto de duas ilhas da Oceania colonizadas por britânicos, depois que minha irmã casara com um inglês e foi morar em Auckland. Nunca cansei de admirar, além das belezas naturais, seu alto grau de civilidade pela limpeza pública, obediência aos sinais de trânsito, respeito ao próximo, inclusive aos nativos que, além de não serem discriminados, ainda gozam de várias regalias. Por isso, não estranhei a reportagem da Veja (2/4) sobre a Nova Zelândia ocupar o primeiro lugar na lista dos países menos corruptos e mais honestos, com o melhor IHD, índice de desenvolvimento humano. O ranking da ONG Transparência Internacional apresenta este país, junto com Austrália, Canadá, Dinamarca, Finlândia e outros povos de etnia anglo-saxônica ou escandinava, no topo das nações mais civilizadas por não tolerar corrupção e impunidade. O que irmana esses países é o fato de que não foram e não são governados por políticos famosos, tipo F…