Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2014

STF ou subsede?

Há quem tema que o STF se transforme em subsede do sindicato dos mestres amestrados do partido governista. Calma, gente. A morte ainda existe. É como na parábola do avião. Diz que todo avião que sobe, desce. De um jeito ou de outro.

Tribunal de Contas responsabiliza dez caras por causa da compra de Pasadena. Dez caras pagos para ficar de boca fechada. E dona Dundilma, vai passear em Roma de novo? Lá vem porre.

Torcedores correram, correram, correram e deram com a cara nas portas fechadas do metrô. É o legado da copa, já bem sentido por usuários dos trens de São Paulo. Por fora, bela viola...

Levaram embora os enfeites e você acreditou que os enfeites eram a nova realidade?

Andei pelas ruas da cidade. Peguei trem, metrô e ônibus. Fui a três ou quatro lugares. Cadê os enfeites? A dura realidade estava de volta. Por isso talvez o Brasil tenha parado e todo mundo achou que era por causa da seleção? Não seria talvez por necessidade de uma nova solidão?

No período em que os enfeites hipnotizaram milhares de pessoas as ruas ficaram vazias. O trânsito e esses mesmos transportes públicos foram à loucura naqueles momentos em que os enfeites mandavam parar tudo. E muita coisa até funcionou melhor. Mas não era a nova realidade. Era a realidade da solidão acompanhada, em que milhões fogem das ruas e do trabalho para se refugiar num sonho comprado e vendido mil vezes e nunca entregue.

Hoje, as ruas amanheceram sem enfeites. Fomos devolvidos a nós mesmos, fomos devolvidos ao que somos. Alguém sentirá um vazio sem explicação. Sentirá saudade de pequenos momentos em que, imerso numa fantasia, entrou em contato com as suas mais profundas esperanças e planos de uma vida …