Quatro perguntas para Marina Silva responder





Augusto de Franco



Publiquei hoje cedo um artigo sobre a sucessão presidencial do ponto de vista da democracia. Alguns seguidores de Marina ficaram alvoroçados. Então seria bom que eles fizessem a ela apenas quatro perguntas:

I - Se ela não for para o segundo turno, quem apoiará (declaradamente ou disfarçadamente, por baixo do pano)?


II - Se ela for eleita, com quem pretende governar (o PT estará na aliança de facto)?

III - Se ela for eleita, os aparelhadores do PT serão mantidos nos cargos-chave de instâncias estatais e para-estatais que hoje ocupam?

IV - Se ela for eleita, dará continuidade às cinco principais políticas autocráticas por meio das quais o PT busca conquistar hegemonia sobre a sociedade, a saber: 1) controle partidário-estatal (disfarçado de social ou civil) dos meios de comunicação e da internet; 2) forças de segurança militarizadas sob o comando do governo federal; 3) participacionismo assembleísta controlado por organizações hierárquicas aparelhadas (travestidas de "movimentos sociais") e democracia plebiscitária; 4) partidocracia: voto em lista pré-ordenada, fidelidade partidária e financiamento exclusivamente estatal de campanha; e 5) política externa ideológica de alinhamento e apoio à protoditaduras e a ditaduras?

Comentários