Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2015

Para petistas e não petistas

Entrará em cartaz nos próximos dias um filme que petistas e não petistas deveriam assistir.

É sobre o nazismo e até aí morreu o Neves.

A base de ação do filme parece ser um negócio chamado psicologia do mal, algo já analisado em milhares de páginas, da psicanálise à sociologia.

Como e por que uma pessoa boa de repente sai matando? Terminada a matança, essa pessoa volta pra casa a age como quem fosse uma espécie de santo, justificando tudo o que fez, achando até absurda a ideia de que haja punição para crimes de guerra.

Veremos no filme essas pessoas em ação.

Os alemães aprenderam uma dura lição e revisitam seu inferno para dele apreender alguma coisa útil.

O verbo apreender é bem o termo. Significa compreender em profundidade.

A propósito, um livro poderá preparar os espíritos para o filme. Trata-se do A cura do Doutor Neruda para o mal, um romance do escritor e roteirista Rafael Yglesias, um catatau de 780 páginas.

A pergunta que vi correndo toda a obra é quanto é preciso se envolver com o m…

O alerta de Joaquim Barbosa

A moralização que cheira a cadáver insepulto

Por Lucas Tchermenko

Os sinais estavam apenas na condição de pouca fumaça um certo tempo atrás. Mas já eram os primeiros passos daquilo que parecia ser uma ação orquestrada, com requintes doutíssimos.

Havia como que um acordo de gente colegiada à espera de ações mais agudas por parte de atores políticos, que já se encontravam muito próximos do precipício.

Então, Cunha deu o passo agudo e fez girar a máquina que o observava, com calma e olhar atento, tendo praticamente pronto o documento que doutos senhores gastariam preciosas horas em salamaleques de dissimulação.

Ler sinais do subterrâneo é tarefa difícil. É preciso esperar que certos atos ocorram, que peças aparentemente sem importância comecem a formar um desenho lógico, ainda que pouco óbvio.

Assim, lentamente, um supremo conjunto de doutos começou o movimento que, à esta altura, já pode ser fotografado em estado de conceito.

O conceito começa na constatação de que o Legislativo Federal, em seus dois principais cenários, está quase comp…

Ignorância ou má-fé?

Por Salvatore D' Onofrio


O artigo “Voz das ruas vai derrotar o impeachment” (Folha de São Paulo, 11/12), assinado por Carina Vitral, pelas bobagens apresentadas, não mereceria consideração alguma, se ela não fosse a atual presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes), atiçando movimentos das ruas para, no dia 16 próximo, lutarem contra o impeachment da Dilma, considerado apenas como um golpe político, um ato de vingança pessoal de Eduardo Cunha, presidente da Câmera dos Deputados, que está sendo julgado por corrupção ativa e passiva. Isso é pura mentira, pois ela deveria saber que o processo de impeachment não foi instaurado pelo Cunha (ao qual cabia apenas encaminhar o arrazoado já protocolado), mas por ilustres juristas, como Hélio Bicudo, Miguel Reale Junior, Janaina Paschoal. E estes não acusam Dilma de corrupção, mas de mentira eleitoral, camuflagem de dados, irresponsabilidade fiscal, que levaram nosso País à recente crise econômica e ética. Nada, portanto, co…

A Era PT

Por João Alves


"O pobre não entrava na faculdade. 
O que o PT fez? Investiu na Educação? NÃO, tornou a prova mais fácil.

Mesmo assim, os negros continuaram a não conseguir entrar na faculdade. O que o PT fez? Melhorou a qualidade do ensino médio? NÃO, destinou 30% das vagas nas universidades públicas aos negros que entram sem fazer as provas.

O analfabetismo era grande. O que o PT fez? Incentivou a leitura? NÃO, passou a considerar como alfabetizado quem sabe escrever o próprio Nome.

A pobreza era grande. O que o PT fez? Investiu em empregos e incentivos à produção e ao empreendedorismo? NÃO. Baixou a linha da pobreza e passou a considerar classe média quem ganha R$300,00.

O desemprego era pleno. O que o PT fez? Deu emprego? NÃO. Passou a considerar como empregado quem recebe o bolsa família e não procura emprego.

A saúde estava muito ruim. O que o PT fez? Investiu em hospitais e em infraestrutura de saúde, criou mais cursos na área de medicina? NÃO. Importou um Monte de cubanos que seq…

Ad captandum vulgus: Para cativar a multidão.

Temer sabe mas fingiu não saber que no presidencialismo, sobretudo brasileiro, o vice é sempre decorativo. Também sabe e não disse que o PMDB nunca foi confiável do ponto de vista do PT, que o aceitou na barcarola para poder chegar ao "puder".

A carta de Temer a Dilma, que se inicia com um eruditismo, uma citação em latim ("Verba volant, scripta manent"; o que é dito passa, o que é escrito permanece), é peça destinada a formatar nele, Temer, a postura de estadista, recurso já usado por vários ex-presidentes, de Getúlio a FHC.

Temer foi esperto. Sabia que a carta seria "vazada". Raposa felpuda, ele conhece as maneiras das raposas assustadas que ocupam palácios.

É uma maneira de dizer que vai ser presidente e que não tem pressa para chegar lá, exatamente o contrário do que parece.

Outras cartas virão. Se Temer quer mesmo consolidar a imagem de estadista precisará manter o figurino ao longo do tempo. O que pode ser até um bom sinal. De incendiários desastrados a…

Ele entrega o Brasil para o PMDB e em troca...

Lula aceitou a companhia do PMDB na campanha de Dilma. Ele também foi beijar a mão de Maluf.

Alguns dirão que isso é fazer política de forma pragmática. Mas esses mesmos se esquecerão de dizer que é um coronelismo que Lula disse combater.

Elegeu dois postes, Dilma lá, Haddad cá. A aposta dele é a de sempre, o povo esquece de tudo, como esqueceu de Collor, Maluf, Jarbas Vasconcelos.

A única coisa estranha nessa história toda é que já sabíamos no que isso iria dar. Deu no que deu.

A única surpresa é que estamos surpresos. Surpresos com o quê, santo deus?

A eleição dos desesperados

O PT está se unindo a antigos aliados da ditadura para não perder prefeituras. É o conhecido salve-se quem puder. Como pode? E onde tem 80% de rejeição, quer continuar na marra.

Enquanto isso, governo de Lula/Dilma vai colecionando recordes: destruiu a Petrobrás, cobrou uma montanha de impostos e o resultado líquido foi o pior desde 2003, o desemprego dispara. E dizem que o pior começa em setembro:

http://bit.ly/1Jl1DRR

Lula usará mesma estratégia da Arena, do PFL, do PDS, do PSD

Lula faz críticas e Dilma comemora. Alguma dúvida de que ela está a serviço dele? Renunciará assim que ele julgar conveniente. Eles estão apenas preparando o clima. Escrevi três vezes nestes últimos meses que a renúncia dela é a melhor solução para o país. Há mais coisas abaixo da superfície. As eleições municipais do próximo ano serão o laboratório para o "Novo PT".

As tenebrosas transações que foram até para a cama

Transas começam na cama e nela deveriam permanecer. Mas quando a filha de Lula vira hóspede de alguém que transita mais do que se imagina e fala mais do que deve, a vida política recebe o seu mais importante combustível, aquele que explode mesmo.

O PT ainda tem algum espaço. Vai esperar o próximo míssel?

Sem dúvida precisamos evitar o derramamento de sangue. Mas não se conhece um único grande conflito político que não tenha custado a vida de alguém. Devemos evitar isso? Sim, mas é ilusão. 

Todo conflito social tem um ponto-de-não-retorno. 

Nos bastidores da crise, todo mundo está tomando calmante. E todo mundo está dizendo que a solução não depende de um partido político. Por enquanto, está todo mundo dizendo apenas o que parece ser dizível. 

A solução que evitaria o alastramento do conflito é a renúncia de Dilma Rousseff e o PT reconhecer claramente que errou.

Mas está passando o momento até para isso. E a família Odebrechet disparou o primeiro míssel mais importante, o de alerta, aquele que deixa avisos para todos os lados. Não é comum que mísseis de alerta errem o alvo.

Intervenção militar não é sorvete, é granada detonada

Nem sempre concordo com o que escreve o professor Olavo de Carvalho. Mas ele deu um esclarecimento que muita gente ainda não leu. Não existe um golpe militar de um lado e uma sociedade civil mobilizada de outro. 

Mas a minha concordância com Olavo acaba aí. Porque a união da mobilização com a intervenção é uma negação da ordem constitucional. 

Assim, quem pede golpe militar constitucional não sabe o que está dizendo.

A intervenção militar, nos termos da Constituição, foi uma forçada de barra de dois generais, que falavam em nome da linha dura, com ameaças, quando da formulação constituinte de 1988. 

Num regime democrático de verdade não existe intervenção constitucional, porque a intervenção é precisamente a quebra da ordem constitucional.


Também não é verdade que os militares entregaram o poder porque eram bonzinhos. O regime militar estava caindo de podre. Quem diz o contrário, no mínimo, não conhece a história do período, deveria ler mais, muito mais.

O PT faz um dos piores governos da …

Para 2016, PT já monta estratégia para vencer onde tem 80% de rejeição

23 de fevereiro de 2015

Por Lucas Tchermenko

É isso mesmo, o PT tem 80% de rejeição em Osasco mas já Para 2016, PT já monta estratégia para vencer em outubro do ano que vem. 

As velhas raposas felpudas parecem ser as grandes escolas políticas em Osasco. Você não verá pelas ruas um Carlos Lacerda, um Juscelino Kubitschek. Mas o cidadão atento ouvirá pelo caminho até as urnas certos comentários sobre um esquema que o PT vem montando para burlar a intenção de votos para 2016.

Os primeiros passos já foram dados. E o eleitor que se apresse, terá de enxergar o caminho debaixo de forte neblina.

Trata-se de um esquema que visa levar para o segundo turno da eleição municipal uma disputa entre PT e PT. Dessa forma, o eleitor não teria opção, ou vota no PT ou vota no PT.

Como isso será feito é relativamente simples: O PT conhecido, carimbado e vencido todo mundo conhece. Tem sobre si imagens de corrupção, do mensalão ao petrolão e sabe Deus mais o quê. Esta face do PT lançaria um candidato típico, nos…

Que propaganda estão fazendo para o senhor PHA

Tenho a leve impressão de que a enxurrada de postagens sobre o texto lido pelo senhor PHA deve estar deixando o indigitado muito feliz, porque está funcionando como propaganda para ele. Falar de alguém circunstancialmente é uma coisa, quando vira propaganda... Por que acham que Dilma está sendo levada a fazer pronunciamento numa hora em que deseja ficar calada?

Para o senhor PHA, o importante é que os comissários do partido e seus coelhinhos amestrados "repercutam" (odeio essa palavra) e exaltem a "coragem" dele, e outras qualidade que ele não tem, mas passa a figurar como tendo.


É uma espécie de "viu como valeu cada centavo que vocês tiraram do povo para gastar comigo? A propósito, o novo contrato está pronto?" E aí ele apresenta as 42 mil visualizações e as 132 mil curtidas no Face. Aplica um "Beonpop" da vida e "prova" que alcançou 5 milhões de pessoas.

Missão de Bendine pode ser salvar Lula

Somente um calculista extremo poderia usar a própria morte para blindar-se usando as pessoas certas.

Dilma Rousseff surgiu do nada para ser algo que hoje, vemos, é uma blindagem. Ela aceita tudo o que vem de Lula na mesma proporção em que nada pega nele.

Pelo caminho vai ficando como conto de fadas a noção de que Dilma e Lula se distanciaram, romperam, brigaram. Só crê nisso quem leva Marta Suplicy a sério.

O nome de Bendime começa a fazer sentido dentro desse contexto. Com Lula morto, fato que ele já domina como se fosse a morte de outra pessoa, ficaria extinta a punibilidade dele e de terceiros.

Ele só precisa de um pouco mais de tempo.

Como 200 milhões podem virar 3 bilhões de reais

Se o PT recebeu 200 milhões dólares (540 milhões de reais) algumas contas precisam ser feitas. E pode ser que algumas cabeças passem a noite tentando encaixar esse número nas versões oficiais.

A dúvida que fica é que tipo de conta estão fazendo aqueles que investigam o caso. Porque uma investigação não pode ser uma conta de fechar, tem de ser uma conta de abrir, mesmo que seja pulando o muro, né Vaccari.

Digamos que uma empresa receba 280 mil reais por mês para não fazer nada, apenas para funcionar como fachada. Em um ano terão sido lavados R$ 3.360.000,00 (3 milhões e 360 mil reais). Em dez anos, 33 milhões e 600.

E se essa empresa for apenas uma de uma dezena de empresas, de fachada ou não? Multiplique então por dez (empresas - a Lava-jato fala em 19 empresas). A bola de neve passa fácil o bilhão. Só na transação da Petroquímica Triunfo fala-se em 1,4 bilhão como preço de mercado mas foram pagos 4,7 bilhões.

Citei um caso, de uma empresa que existe mesmo, e que recebe 280 mil por mês pa…

Afinal, quem garante que foi 3%?

A primeira manobra para tentar colar os cacos da Petrobras não funcionou. Um consultor respeitado sugeriu calcular quanto somaria 3% de todos os contratos assinados entre 2004 e 2014.

É o índice delatado na operação Lava-jato. Queriam que esquecêssemos de que os 3% são sobre as milionárias transações. E os outros 97% são o quê? E se desviaram 30% e encaminharam aos partidos apenas 3% para que as declarações oficiais não levantassem suspeitas? E se 3% for um número fictício?

Em casos conhecidos e comentados à boca pequena, em ambientes fechados, nunca se ouviu nada inferior a 20% de desvios sobre o valor total contratado para uma obra pública.

Dizem até que no caso Collor o que matou PC Farias foi o fato de ter ultrapassado todos os limites, chegando a 40%. Logo, 3% já vem carregado com a marca da irrealidade.

Se alguém resolve devolver 250 milhões de reais, numa única peça da corrupção premiada, talvez esteja aplicando os tais 3%.

Siga os números e veja quem arruinou a Petrobras

Em 2008, a Petrobras valia R$ 510 bilhões. A partir de 2010, fruto do marco regulatório conduzido por Lula, a desvalorização já era uma ameaça. Em 2012, a Petrobras valia R$ 275 bilhões. Hoje, seu valor de mercado é de R$ 120 bilhões. Graça Foster chegou depois ao alto comando da empresa. O problema dela não é incompetência. O problema dela se chama cumplicidade.

Leia mais: http://glo.bo/1xgyr2w

O problema da Petrobras não é de nome

Lula bancou uma mudança no regime de exploração de petróleo. Dilma deu sequência. O marco regulatório de 2008 arruinou os métodos e objetivos do marco regulatório de 1997. Essa mudança serviu de cobertor para os objetivos do partido. O governo do PT é o grande problema da Petrobras.

Fanatismo funesto

Por Salvatore D'Onofrio


“Tantum religio potuit suadere malorum!”

(Até que ponto a religião pôde induzir a cometer maldades)

Precisamos necessariamente refletir sobre o recente atentado à sede do semanário satírico “Charlie Hebdo”, causando 12 mortes, inclusive o falecimento de famosos jornalistas de humor, para vingar uma presumida ofensa ao profeta Maomé, espalhando o terror na cidade de Paris e a inquietação em todo o mundo civilizado. A frase que coloquei na epígrafe deste meu artiguinho encontra-se no poema “De rerum natura” (Sobre a natureza das coisas) do sábio romano Lucrécio (98?-55 a.C.), ao descrever o sacrifício da jovem e bela princesa Ifigênia, conduzida à morte pelo próprio pai Agamenão, para aplacar a ira da ciumenta deusa Diana. Horror semelhante se encontra no relato bíblico do sacrifício de Abraão disposto a imolar seu único filho para obedecer a uma ordem divina.

Após milênios de cultura, os homens ainda continuam matando e se matando em n…