Ele entrega o Brasil para o PMDB e em troca...


Lula aceitou a companhia do PMDB na campanha de Dilma. Ele também foi beijar a mão de Maluf.


Alguns dirão que isso é fazer política de forma pragmática. Mas esses mesmos se esquecerão de dizer que é um coronelismo que Lula disse combater.

Elegeu dois postes, Dilma lá, Haddad cá. A aposta dele é a de sempre, o povo esquece de tudo, como esqueceu de Collor, Maluf, Jarbas Vasconcelos.


A única coisa estranha nessa história toda é que já sabíamos no que isso iria dar. Deu no que deu.

A única surpresa é que estamos surpresos. Surpresos com o quê, santo deus?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Levantar a ponta do véu da saúde mostra que a noiva está sem calcinha

O complexo de Édipo na política brasileira

O que o PSDB precisa fazer para ser PSDB?